Brasil, 
26 de setembro de 2022
Sorteados

Confira os ganhadores,
cadastre-se e
concorra a prêmios!
Indique este site para um amigo
Seu e-mail:

E-mail do seu amigo:

Ecobanner 1
A A
Lobo-Guará

O Lobo-Guará, vive principalmente no cerrado brasileiro e embora seja chamado de lobo, não uiva e está mais próximo da raposa.

Lobo Guará – Lobo ou Raposa?

Lobo Guará             Pertence à mesma família (Canidae) do lobo, da raposa e do cachorro-do-mato. Possui o porte de lobo, chegando a altura de 90cm e pesando 23 kg, as orelhas, as pernas e o hábito solitário são mais parecidos com os de raposas, diferenciando-se de lobos por não viver em matilha e por ser bem menos agressivo. Portanto é uma espécie distinta, nem lobo nem raposa, apenas guará. Na realidade ele é muito mais uma raposa de orelhas compridas e pernas longas do que um lobo no sentido restrito.

            Possui o focinho pontudo, estrutura longilínea (alongada), pernas muito magras e pelagem com coloração vermelho-ferrugem, com pêlos negros nos ombros e pernas. Os pêlos no ombro formam uma espécie de crina, por isso também é chamado de lobo-de-crina. Outros nomes são o aguaraçu, jaguaperi, aguará, lobo-vermelho ou apenas guará, que em tupi significa vermelho.

            Está adaptado a viver no cerrado brasileiro, habitando florestas abertas, savanas e campos no Brasil, Argentina e Bolívia. Um casal de lobo precisa na natureza de 16km², porém vivem juntos apenas na época do acasalamento e para cuidar dos filhotes.

            O lobo-guará não uiva, mas emite latidos altos chamados de grunhidos ao afinal da tarde avisando seu parceiro onde está e demarcando seu território.

            Normalmente, o lobo-guará está mais ativo entre o pôr-do-sol e a manhã seguinte. Sua alimentação é a base de frutas, insetos e pequenos animais como aves de chão e roedores. Há inclusive uma fruta chamada de lobeira ou fruta-do-lobo, que é um dos alimentos principais. O lobo-guará também aprecia goiaba, banana, figo e cana-de-açúcar.

            Diferente dos cães domésticos, o lobo-guará procria apenas uma vez ao ano entre abril e junho, nascendo de um a cinco filhotes de pêlo preto, avermelhando entre o primeiro e segundo mês de vida.

 

 

            Lobo-guará é mau? Não!

            São extremamente tímidos e medrosos, mantendo distância das pessoas. Infelizmente devido a destruição de seu habitat natural, o lobo-guará vem chegando mais próximo das residências rurais em busca de alimento, geralmente galinhas.

            Ele está ameaçado de extinção? Sim!

            Desde 1992 foi incluído na lista dos animais brasileiros ameaçados de extinção. O desmatamento e a transformação dos ambientes naturais em plantações e áreas de pastagem para o gado faz com que diminua as chances de sobrevivência desta espécie. A caça também é outro fator ameaçador, muitos fazendeiros acreditam que o lobo-guará ataca animais domésticos como bezerros para se alimentar e outras pessoas acreditam que partes do lobo como o pêlo é ótimo para simpatias.

            Mas, o lobo-guará é protegido por lei no Brasil e na Argentina. Há grupos de pesquisadores que trabalham com a preservação do lobo-guará na natureza e outros que os reproduzem em zoológicos.

           

Dia do Lobo!

            O dia 13 de outubro foi estipulado o dia do lobo-guará, por isso não se esqueça, principalmente nesta data, de ajudar a divulgar que o lobo brasileiro não é mau, é legal!

 

ACESSE NOSSA PÁGINA DE DOWNLOAD!

por ECOloja

Newsletter
Digite seu e-mail: