Brasil, 
24 de maio de 2022
Sorteados

Confira os ganhadores,
cadastre-se e
concorra a prêmios!
Indique este site para um amigo
Seu e-mail:

E-mail do seu amigo:

Ecobanner 1
A A
Figueira Branca

Árvore nativa também conhecida por Figueira Brava e Mata Pau.

          A árvore é frondosa, proporcionando ótima sombra, por isso normalmente é utilizada para arborização rural e eventualmente para paisagismo de praças e jardins. É também indicada para a composição de reflorestamentos destinados à recomposição de áreas degradadas de preservação permanente.

 Características

          A Figueira Branca é uma espécie secundária, de médio porte, com altura variando de 10 a 20 metros quando adulta, e o tronco podendo chegar a 2m de diâmetro. Sua madeira é moderadamente pesada, macia, pouco resistente e de baixa durabilidade natural.

Fato curioso: Às vezes os frutos são levados por animais, que os comem sobre o tronco de outras árvores. Então uma pequena muda da figueira branca pode surgir sobre o tronco desta outra árvore, com seus ramos procurando a luz do sol (fototropismo) e as raízes descendo em direção ao solo (geotropismo). Aos poucos, a figueira branca vai envolvendo e sufocando a outra árvore, que termina morrendo sufocada. Com o apodrecimento da árvore envolvida, sobra um grande oco em seu lugar, que vai servir de abrigo para inúmeras espécies de animais.

 

   

 

Folhas e flores

         Sua casca é espessa e dura, possui folhas ovais, de bordas lisas e verde-escuras,  glabras na  face superior  e  com minúsculos pêlos na face inferior. As  nervuras destacam-se pelo  tom amarelado sendo salientes na face inferior.

         Asflores são diminutas e compostas, reunidas em inflorescências especiais pendentes e presas à axila da folha. As flores são polinizadas por pequenas vespas. As flores podem aparecer em diferentes épocas, ocorrendo principalmente nos meses de setembro e outubro.

         Os frutos são pequenos e consumidos por diversos animais, responsáveis pela dispersão das sementes, principalmente morcegos, macacos e aves. Quando presentes na beira de rios, os frutos são consumidos por diversos peixes.

Como plantar:

         Colocar as sementes para germinação em canteiros sombreados contendo substrato orgânico puro. O “toquinho” do lápis deve ser enterrado em uma cova rasa.

         O desenvolvimento das plantas no campo é rápido, podendo ultrapassar 3 metros de altura aos 2 anos.

Habitat

         Espécie de mata atlântica, sendo encontrado Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Principalmente nos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.  

 

Conheça nosso Lápis Semente com as sementes de Figueira Branca.
Visite nosso outro site: www.ecoloja.art,br 

 

Fotos: Site Prefeitura de Pinhal Grande/RS e Um Pé de Quê?

Newsletter
Digite seu e-mail: