Brasil, 
24 de maio de 2022
Sorteados

Confira os ganhadores,
cadastre-se e
concorra a prêmios!
Indique este site para um amigo
Seu e-mail:

E-mail do seu amigo:

Ecobanner 1
A A
Exemplos de Pais na Natureza

Conheça espécies nas quais o macho é exemplo de pai. 10/ago/2013

          Para muitas espécies de animais, o macho serve para reproduzir e depois quem cuida dos filhotes é a mãe. Mas existem muitos casos onde o macho é um exemplo de pai e, às vezes, é mais importante para o crescimento dos filhotes que a própria mãe.

          O instinto paterno define-se pelo cuidado do pai com os filhos para prolongar a espécie. É assim com humanos, e também é assim na natureza. São os machos de algumas espécies que mais possuem responsabilidades em cuidar dos filhotes, aumentando assim a chance de sobrevivência.

Exemplos de Pais:

Ema
           Os machos de Ema não são fieis, tendo um harém de mais de 15 fêmeas, que também não são fieis. Porém, não podem ser julgados como péssimos pais. O macho constrói o ninho e convida as fêmeas de seu harém para depositar os ovos - de 25 a 50. Depois de feito isso, elas saem em busca de novos parceiros e a tarefa de incubação fica a cargo do pai. Durante seis meses, o macho come pouco e raramente deixa o ninho. A criação também fica inteiramente por sua conta.
E com um dia de nascimento os filhotes já podem andar e correr. A função do macho destina-se a vigiar o ambiente, reunir os filhotes, esconde-los do sol e de predadores, conduzi-los a locais com fartos recursos de alimentação e, ainda levar os filhotes para beber água.

 

Pinguim-imperador

          Estes pais assumem o papel de mãe logo após ela colocar o ovo. Enquanto a fêmea vai para o mar se alimentar, os machos mantêm o ovo aquecido. De pé, os pais protegem e balançam o ovo. Neste período, que dura cerca de 2 meses, o macho não se alimenta. E o papel de mãe do pinguim-imperador macho continua após o filhote nascer. Quem amamenta a cria é o macho, dando-lhe “leite” de uma glândula em seu esôfago. Ao retornar ao ninho, a mãe regurgita para o recém-nascido a comida pescada no período que esteve fora e o macho sai para seu próprio período de alimentação no mar.

 

Raposa vermelha
           Segundo a revista National Geographic, os machos são pais atenciosos, que
brincam bastante com suas crias e levam alimento para toda a família. Após 3 meses de vida, os filhotes precisam encontrar sua própria comida. Entretanto, o pai não deixa seus filhos passarem fome e esconde comida nas proximidades para ajudar no ensino de farejar uma refeição. É mais um caso raro na natureza, pois normalmente na maioria das espécies os machos abandonam a fêmea em busca de novas oportunidades de acasalamento.

 

Cavalo-marinho
           O cavalo-marinho pode não ser um pai zeloso, mas isso não o exclui da lista de melhores pais da natureza. O macho possui uma característica atípica: dar à luz. A fêmea deposita os ovos na bolsa incubadora, presente no ventre do pai. Os ovos são fertilizados e carregados pelo macho até eclodirem. Devido a isso, nada mais justo do que uma cadeira cativa na lista de bons pais.

 

Flamingo
           Este animal se mantém monogâmico por toda sua vida, e mostra que quem manda é a fêmea: é ela que escolhe o local para o ninho e é ele quem constrói. Ambos se revezam na incubação do ovo e na defesa do ninho. Entre 20 a 31 dias nasce o filhote que ao completar 10 dias é encaminhado para uma “creche de flamingos”. A criação do filhote também é compartilhada entre o casal, que reconhece seu filhote nesse grupo alimentando-o diariamente. Os adultos permanecem zelando pelos filhotes reunidos
até completarem 100 dias quando então se tornam independentes dos pais.

 

Leão
           Os leões são o único grupo de felinos com comportamento social. A tarefa de cuidar dos filhotes fica a cargo da mãe. Porém, o pai se faz muito presente. Está todo tempo cuidado da proteção do grupo, de seu território e com  paciência em relação às brincadeiras dos filhotes. Quando os filhotes se tornam adolescentes, o pai começa a ensina-los a  agir na defesa do grupo. O Leão faz a linha de pai turrão, pois nas refeições é sempre o primeiro a comer e deixa a criação dos filhotes inteiramente para mãe.

 

          Além desses animais existem muitos outros com algumas particularidades. Por exemplo, sãos os Saguis machos que carregam o filhote todo tempo nas costas, passando para as mães apenas na hora que estes irão mamar. Algumas espécies de aves como o Corujão-orelhudo, é o macho que cuida de buscar alimento não só para o filhote, mas para a mãe também, pois essa permanece todo tempo na toca. Isso mostra que Pai é Pai, Pai é quem cuida!

Newsletter
Digite seu e-mail: