Brasil, 
22 de abril de 2024
Sorteados

Confira os ganhadores,
cadastre-se e
concorra a prêmios!
Indique este site para um amigo
Seu e-mail:

E-mail do seu amigo:

Ecobanner 1
A A
Resgate de harpias

Refúgio biológico em Foz do Iguaçu passa a abrigar duas harpias. 23/jan/2013

         Duas harpias fêmeas foram recebidas nesta terça-feira (22), pelo refúgio biológico de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. As aves foram resgatadas em um cativeiro particular, no Pará. Antes de serem transferidas, elas estavam na cidade de Marabá.

          Devemos nos perguntar: "O que faz uma pessoa manter uma ave dessas em cativeiro?" Acredito que a beleza, mas se esquece que belo é ver essa ave em liberdade, em altos vôos, com seus ninhos nas copas de grandes árvores. A recomendação para essa ave são viveiros com no mínimo 6 m de altura! Com certeza quem mantinha essa ave não oferecia os cuidados necessários.

         As harpias devem passar um período em quarentena, até se adaptarem à nova casa. Essa espécie está ameaçada de extinção. Após a quarentena, as duas aves vão passar por um processo de reprodução assistida em cativeiro.

          O Refúgio Biológico de Foz do Iguaçu já abriga 14 harpias e , tem tido sucesso na reprodução dessas aves. Com as novas harpias, os biólogos esperam aumentar a diversidade das espécies no refúgio.

 

 

 

Fonte: Ambiente Brasil

Newsletter
Digite seu e-mail: