Brasil, 
22 de abril de 2024
Sorteados

Confira os ganhadores,
cadastre-se e
concorra a prêmios!
Indique este site para um amigo
Seu e-mail:

E-mail do seu amigo:

Ecobanner 1
A A
Coruja-Buraqueira

Conhecida por muitos por ser ativa durante o dia, é um excelente controlador natural de roedores, escorpiões e cobras. Por isso devemos preserva-la!

Coruja Buraqueira – Speotyto cunicularia

 

 

          

Espécie conhecida de muitos por ser vista durante o dia descansando em tocos, cupinzeiros, cercas e mesmo no gramado, sendo mais ativa no amanhecer e entardecer. Habita campos e cerrados de todo o Brasil, podendo ser encontrada do Canadá até a Argentina.

 

A coruja-buraqueira possui este nome por viver em buracos cavados no chão por ela mesma ou abandonados por outros animais, como o tatu.

Fácil de ser reconhecida com uma plumagem amarelada e peito branco, medindo de 20 a 30cm, possui a cabeça redonda, sobrancelhas brancas, olhos amarelos e pernas longas, os machos são um pouco maiores e mais claros que as fêmeas.

Sua reprodução ocorre entre março e abril, construindo um ninho com capim seco no interior das tocas escavadas no solo, podendo chegar a até 3m de profundidade. Em média a postura é de quatro ovos, sendo chocados somente pela fêmea. O macho é responsável pela alimentação, proteção e cuidados com os filhotes. Depois de 28 a 30 dias nascem os filhotes, os quais começam a sair do ninho com 14 dias, mas somente com 44 dias e que realmente saem do ninho para caçar.

Como a maioria das corujas possui uma ótima audição e visão, enxergando 100 vezes mais que o ser humano. Outro dado interessante é o vôo suave e silencioso da coruja, conseguindo com que seja discreta no momento da caça. Assim suas presas não percebem sua aproximação, tornando-a uma exímia caçadora. É útil ao homem por se alimentar de insetos, escorpiões, pequenos roedores (ratos) e cobras. Apesar de importante no controle de pragas para a agricultura, o homem não tem se importado com sua conservação, destruindo o habitat natural e utilizando inseticidas e raticidas no campo, além de não respeitar seus ninhos.

 

 

 

Respeite a Natureza!!

 

              Uma das espécies mais comuns das 34 existentes no Brasil é uma excelente caçadora e importante para o equilíbrio dos ecossistemas.

por ECOloja

Newsletter
Digite seu e-mail: